[CHIMPA NEWS] Absurdo – Novo Hit Musical Incentiva o suicídio.

Fala galera, hoje eu vou escrever um post não sobre finanças, mas sobre hábitos destrutivos. O que são hábitos destrutivos? Simples, são todos aqueles hábitos que atrasam sua vida, comprometem sua qualidade de vida e/ou seus aportes financeiros. Desde pequenos adquirimos uma série desses hábitos e que devemos analisar e elaborar uma estratégia para eliminá-los. Pois bem. Eis que me deparo com meus novos vizinhos cachaçeiros bebendo e escutando música alta. eles estão fazendo isso TODO SANTO FINAL DE SEMANA. O DIA TODO. COMEÇA NA SEXTA-FEIRA À NOITE E SÓ ACABA DOMINGO DE MADRUGADA. Até aí tudo bem, (tudo? esquece o que eu disse) apesar das noites mal dormidas, e de não poder fazer nada (a porra da polícia vai lá e fala que o som não tá alto, porra não pode ter som, alto ou baixo depois das 22:00 caralho!) eu me conformei, e passei a aturar isso, pensando diariamente em como me mudar de onde eu moro, que outrora foi um lugar semi-tranquilo. (não existe lugar tranquilo no Bostil amigo).
Daí eis que certo dia me preparo para tocar uma bronha. Eu sei ninguém aqui é manja rola e quer ouvir relatos punhetísticos aqui, mas antes mesmo de eu começar, o vizinho colocou a seguinte música pra tocar:

https://www.youtube.com/watch?v=bC-RuoypcGQ

 



Para quem não tem saco ou net boa que nem eu para ficar assistindo vídeos, segue a letra da bosta da música:

[Refrão]
Eu vou morrer, eu vou morrer
Eu vou morrer mas eu não paro de beber[2x]

De porre muito louco fui parar no hospital
O médico falou que eu tava muito mal
Disse que se eu continuasse a beber ia morrer

Aí eu decidi que eu ia parar
Que nunca mais uma gota de álcool ia tomar
No primeiro teste na balada
Quando eu vi o amarelinho com gelo
Eu não resisti, bebi
[Repete o Refrão ad infinitum]

Para quem escutou ou ao menos leu atenção, percebeu algo de errado, assim como eu assim que escutei a música. O cara disse com todas as letras que prefere MORRER a largar seu vício. é isso que a música diz. é um atestado de fracasso sendo glamourizado. E o pior é que ninguém parece ligar, pois deve concordar com essa merda. Nunca pensei que os chimpas iriam tão fundo. Pelo que pesquisei quem criou a música original foi uma banda chamada trio da huana, e o gusttavo lima aproveitou para lançar um versão da mesma.

Desde criança vi meu tio e meu avô serem escravos do alcolismo. Também por engano acabei provando cerveja por engano pensando que era refrigerante (mais de uma vez, diga-se e passagem). Achei horrível. E continuo achando até hoje. Para mim é pior que beber perfume, difícil descrever, graças a Deus, desse vício nunca cheguei perto.

O fato amigos, é que na mesma hora abandonei o pensamento da punheta. Pensei comigo mesmo “Não quero morrer viciado nessa merda”. Tenho um livro em casa muito bom, chamada “A Batalha de Todo Homem“.

http://www.mundocristao.com.br/produto/123
eis o livro, recomendo

Foi ele que me ajudou a ficar sem bater uma por 2 meses. Ele pode me ajudar de novo, pensei. Prometi a mim mesmo abandonar a punheta de vez. Sei que vai ser bem difícil pois já falhei várias vezes. Não pretendo obter nenhum benefício a não ser desenvolver esse auto domínio próprio. Gozar agora só se for sexo ou polução noturna. Até agora tem dado certo. Não pretendo ficar fazendo contagem de dias, nem relatando os efeitos/sintomas dessa decisão. Esse tipo de coisa já tem na internet e não é esse o foco do blog por ora (o foco muda de acordo com as postagens mais acessadas). Este post foi mais para dar um toque para os amigos e leitores do blog.  Pode comentar, elogiar ou hatear à vontade. Em breve mais um post novinho em folha.