[Quase] 90 dias de NoFap – Considerações

Como muitos de vocês já sabem, eu sempre faço posts aqui no blog sobre o NoFap e a masturbação. Pela primeira vez na vida eu quebrei minha barreira de 60 dias e estou praticamente no 90º dia. Que alegria! Agora chega de enrolação e vamos para a parte dos supostos benefícios que o pessoal tanto fala:

1) saúde: não vi nenhuma diferença em resistência, vigor, energia ou algo assim, pra mim continuo na mesma, continuo tendo crises de espirro devido minha rinite alérgica entre outras doenças que me são próprias – nada mudou 🙁

2) ânimo e/ou disposição. Sempre fui um cara preguiçoso/procrastinador. De alguma forma o NoFap fez com que eu tivesse um pouco mais de vontade de por meus projetos em prática, e dei andamento em alguns deles. Nesse sentido confira o último post do meu blog (meio incompleto, mas dá pra ter uma noção)

3) desejo por sexo: sim, realmente nos primeiros dias você quer comer toda baranga periferenta que vê pela frente mas depois isso passa. teve em dias em que graças a Deus tinha minha mulher pra me aliviar, então obviamente foi mais fácil pra mim do que pra qualquer outro aqui. recomendo aqueles no NoFap que quiserem atingir a meta de 03 meses sem cair que antes separem um dinheiro para as GPS/PPS, nem que sejam as mais baratas que conseguirem.

A pergunta  para muitos é como você conseguiu? Me ensina? ou algo do tipo. Já adianto que obviamente não é fácil. E eu descobri talvez o grande porquê da questão. Para mim, não é a primeira vez que tento fazer isso e nas outras vezes sempre falhei miseravelmente. O que determina seu sucesso na verdade é a sua verdadeira motivação por trás disso, ou seja, porque mesmo você quer parar de fapar? Você tem que encontrar um motivo, e tem que ser um motivo bom e convincente para que quando aquele desejo filha da puta vier você parar e dizer pra si mesmo algo como “Porra não posso fapar por causa de X”. No meu caso o meu lance foi espiritual. Pra você pode ser outro, então ache o seu, mas eu vou contar aqui o que funcionou pra mim, e talvez possa te ajudar também.

Antes de tudo recomendo que compre o livro “A Batalha de Todo Homem”. Se vocÊ for jovem existe também “A Batalha de todo Adolescente”< mas esse eu nunca li pra dizer se é bom.

Caso você queira comprar: clique aqui ou clique na imagem para ler um preview do livro

 

Esse aí eu nunca li, mas deve ser bom igual

 

Na verdade já havia alguns anos que eu havia lido esse livro. Existe também, por incrível que pareça, o livro “A Batalha de toda mulher”. Se você quiser vomitar, leia esse livro, é um tapa na cara dos casadinhos que acham que sua esposa não sonha com outros machos.

Enfim, voltando à questão da minha motivação, eu sou cristão, e obviamente no cristianismo quem fapa não vai pro céu. O próprio Jesus disse:

Se a sua mão direita faz com que você peque, corte-a e jogue-a fora. Pois é melhor perder uma parte do seu corpo do que o corpo inteiro ir para o inferno. Mateus 5:30

Então eu pensava. Porra se Deus não quer que eu fape então não vou fapar saporra! (kkk). Enfim, fiz meio que uma espécie de contrato com Deus, para que ele me ajudasse sempre que eu estivesse “enfrentando a tentação”. Por incrível que pareça funcionou, apesar de eu quase ter uma recaída várias e várias vezes. O que eu gostei é que o processo até que funcionou bem pra mim, então pelo menos pra isso os versos que eu decorei (no livro tem vários) me ajudaram. A verdade é que se você não tiver uma razão muito boa para não fapar, você irá falhar, pois não verá sentido em se abster daquele  prazer instantâneo que (pelo menos na hora do desejo) parece não oferecer efeitos colaterais. Então é isso galera, boa sorte aíi, rumo a 120 dias!