[Curtinhas] Pequenas coisas que alegraram minha semana

Para quem não sabe, curtinhas foi um formato de post inaugurado pelo consagrado pobretão de vida ruim (você pode encontrar o backup do blog dele aqui). Nele, várias notícias aleatórias da semana são analisadas. Não sou de copiar os outros, por isso meu post não será somente de notícias, mas sim de atualizações também. Porém como uma homenagem à ele (já faz quase 1 ano que o blog fechou) decidi manter o nome. E como eu resolvi tomar coragem pra escrever resolvi movimentar de novo o blog.

Parte 1 – Projetos e Hobbys Pessoais

Pra quem não sabe estou escrevendo um mangá. Coisa de nerd, claro, mas decidi que gosto disso, e acho que tenho até um certo talento. Não que eu espere que isso me dê algum dinheiro (não dá nem no Japão), mas descobri que esse é um do hobbies que eu gosto, que são baratos e qualquer um com tempo livre pode fazer. Como meu roteiro já está praticamente acabado, me resta agora aprender a desenhar. É bem difícil, eu sei, e posso demorar de 3 a 5 anos para chegar no nível que eu quero. Não faz mal. O importante é seguir em frente naquilo que você escolheu.

Também estou aprendendo aos poucos algumas linguagens de programação. Novamente por hobby, mas desta vez acho que é mais fácil tirar algum dinheiro disso.  Eu, o Pobre Sofredor, e um amigo (que em breve também será um dos novos administradores aqui do blog) estamos nessa juntos, e já temos alguns projetos em vista.

Uma outra coisa que tenho em vista (como hobby idem) é abrir um canal no YouTube. Não será de finanças nem nada relacionado ao blog, tanto que nem vou listar ele aqui.

Parte 2 – Notícias da semana (ou não)

Essa aqui é uma notícia bem antiga, mas acredite se quiser só vi ela hoje!!! Segue aí:

Médico apresenta tratamento contra a rinite alérgica após 10 anos de estudo Tratamento é feito com 30 doses de vacina durante 1 ano e 2 meses. Em cerca de 80% dos pacientes testados os sintomas desapareceram.
Conforme vocês podem ver, a notícia é do ano passado. E olha que esse tratamento já existe há anos! Se eu soubesse disso, minha infância e adolescência poderiam ter sido bem mais tranquilos! O tratamento é relativamente caro (entre 1500 a 12 mil reais) e demora de 14 meses até 5 anos. è com injeções no momento, algo que eu realmente odeio, mas no futuro poderá ser através de aplicações sublinguais. Então se dividir pelo tempo e eficácia do tratamento (o resultado é duradouro e tem eficácia acima de 80%) pra mim vale a pena sim, é um investimento na saúde. Eu não poderia deixar de ficar feliz em saber que posso ser curado!  Fui atormentado por isso por quase 3 décadas! Felizmente posso viver por mais 3 sem esse maldito problema! Hoje eu sinto vontade de dizer: Medicina, eu te amo.

Parte 3 – Pequenas vantagens de se trabalhar em escala de serviço

Como já falei em outros posts, meu trabalho tem horários estranhos, e às vezes até bizarros, o que ferra com muitas coisas, inclusive minha religião. Mas apesar disso nem tudo são espinhos nesta vida. Ontem, foi feriado na minha cidade. Graças a Deus, eu estava trabalhando nesse dia. Ué HighLander, graças a Deus? Sim, isso mesmo, felizmente minha empresa paga tudo direitinho e nesse dia eu ganho mais. Além disso nos feriados todo chimpa quer sair pras praias, dar um rolê e na minha família não é diferente. Como nessas datas eu quase sempre trabalho (ou senão, até peço pra trabalhar), eu escapo da minha família chimpa e dos chimpas em geral. Sim, eu sou visto como um NEET antissocial e workaholic, mas foda-se é isso mesmo que eu quero, pois seu eu mesmo tentasse não conseguiria passar essa impressão. O melhor de tudo é que nessa crise a desculpa do trabalho cai como uma luva. Mas claro, tem que agradar a esposa, os filhos e etc né? Como eu faço? Oras a minha folga foi hoje, justo quando os chimpas estão de ressaca trabalhando. Eu aproveito dias como hoje, em que o trânsito para as praias é beeem tranquilo e levo minha família lá. Como é um dia comum (quarta-feira) obviamente a praia estava praticamente vazia e eu pude curtir como se estivesse em minha própria praia particular, podendo até ficar nu se eu quisesse. Isso mesmo. Sem chimpas com carro de som alto. Sem milhares de garrafas e latinhas por aí. Não é preciso ser rico sempre, basta usar a cabeça afinal. Dessa forma consigo conciliar meu “modo zumbi light” com a vida de casado e família.

 

Então é isso aí galera, esse post foi apenas algumas coisas que me deram vontade de falar, qualquer coisa comente aí no blog! Um abraço e até o próximo post!.